segunda-feira, 31 de julho de 2017

Passado

"É melhor deixar o passado no lugar dele. Seguir em frente e aprender com ele. Se não aprendermos com os nossos erros acabamos presos num futuro que nunca escolhemos. O passado está escrito. Não podemos mudá-lo. O que está feito, está feito. Mas somos nós que escolhemos o futuro. Para o bem e para o mal." in Grey's Anatomy


domingo, 30 de julho de 2017

Agradecer

Agradecer... quantas vezes nos esquecemos de agradecer... agradecer o que se tem, o que conquistou. Agradecer o que a vida nos dá de bom e aprender com o menos bom. Agradecer as alegrias, as oportunidades. Agradecer as dúvidas que surgem, que nos fazem sonhar e ter esperança. Agradecer as boas pessoas que fazem parte da nossa vida e a partida das tóxicas, que nada nos trazem. Agradecer à criança que permanece em nós, a inocência de ainda acreditar que tudo pode ser melhor. Agradecer poder fazer mais e melhor. Agradeder acordar todos os dias. Agradecer a vida! 


sábado, 29 de julho de 2017

Mala

Carrego uma mala de desilusões e alegrias!


Sissi

Para participar na brincadeira da Chica, clique na imagem



sexta-feira, 28 de julho de 2017

Fraqueza

A minha maior fraqueza é o chocolate!



Sissi

Para participar na brincadeira da Chica, clique na imagem



sábado, 22 de julho de 2017

Caminito del Rey a nossa aventura!

Lembram-se deste post? Pois lá fomos fazer o Caminito del Rey e foi uma verdadeira aventura. 


Tudo começa por caminhar cerca de 1,5 km, atravessar um pequeno túnel e depois andar entre o bosque por um caminho de terra batida. Daqui podemos ver a albufeira do Gaitanejo. No final deste trilho é feito o controle dos ingressos, são facultadas instruções de segurança e entregues os capacetes, obrigatórios em todo o percurso.


Aqui começa o percurso com passadiços de madeira e ferro. Percorremos o canhão do fluvial do rio Gaitanes. Dá para tirar fotografias espectaculares, mas é difícil captar a energia do local.



Esta parte do percurso é tranquila, semelhante aos Passadiços do Paiva, mas melhor e mais imponente.



Depois de mais um trilho de terra batida começa o verdadeiro Caminito del Rey, aquele que me assustou quando vi fotografias. O novo passadiço de ferro e madeira foi construído sobre o passadiço de cimento antigo. Em alguns locais vê-se o trilho original. O ambiente envolvente é de cortar a respiração, impossível de transmitir por fotografias. Para quem tem vertigens, algumas zonas podem ser assustadoras, mas é pacífico. 


Esta parte do Caminito del Rey percorre o desfiladeiro de Gaitanes e está construído a cerca de 300 m de altura desde o rio. Adorei fazer este percurso e atravessar a ponte que liga as duas paredes do desfiladeiro foi extraordinário. 

Depois são mais 2 km a percorrer até a El Chorro, onde se vai entregar os capacetes.


Simplesmente uma aventura maravilhosa. Viemos de coração cheio.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...